07/09/2008

386


Shigure levanta a cabeça e olha nos olhos da garota. Ela estava ali, ao seu lado e chorando junto com ele. Levanta-se da cadeira e passa a mão delicadamente abaixo de seus olhos, secando aquelas lágrimas. Não era mais possível segurar os seus sentimentos, precisava beija-la e finalmente ele percebe que havia um brilho especial no olhar dela para ele. O possuído toca gentilmente com os seus lábios nos dela, mas em poucos segundos já estava a beijando com mais força e ela retribuía o beijando com mais desejo.

#Eu não quero que ele chore por nenhuma outra mulher. Eu não quero que ele fale eu te amo para mais ninguém.#

A garota sente que suas pernas estavam ficando sem força para sustentar o seu corpo, e que aquela sensação que estava sentindo em seu corpo, não era apenas uma conseqüência do beijo, mas sim porque finalmente havia compreendido os seus sentimentos pelo Shigure. Ela leva a sua mão até o rosto do rapaz e se afasta de seus lábios, mas olhando no fundo de seus olhos.

-Prometa-me Shigure, que nunca mais irá pensar que irá pensar que não pode ser amado. Promete-me isso também!

Shigure lhe sorri.

-Eu prometo.

A garota sentia que seu coração ainda batia aceleradamente, mas sua alma estava mais calma agora e encosta a cabeça no peito do possuído. Shigure abaixa a cabeça e lhe beija nos cabelos.

-Tohru, você descobriu os seus sentimentos por mim?

-Você é a pessoa mais importante na minha vida..... Descobri que te amo, Shigure Sohma.

Ao escutar aquelas palavras, o possuído fecha os olhos e respira aliviado. Sentia uma imensa alegria dentro de seu coração, mas não era por saber que a Tohru o amava, mas sim por saber que ela não iria sofrer por não ter o amor dela correspondido.

-Eu ficarei sempre ao seu lado, Tohru. Prometo que não a deixarei sozinha. E prometo que lhe amarei para sempre.

Tohru fecha os olhos e começa a se lembrar de tudo o que havia acontecido desde que ela chegou naquela casa até aquele instante, e percebe que já amava o Shigure a muito tempo, mas não compreendia aquele sentimento. Ela o amava desde o dia em que tinha o visto chorando na janela do quarto dele, e ela estava no quintal da casa. Lembrou que naquele dia, havia sentindo aquele mesmo sentimento por ele, queria estar ao lado dele, para que deixasse de chorar.

-Obrigada.

-Humm?

-Estou agradecendo por que um dos meus pedidos de ano novo se realizou. Eu desejei encontrar um amor como o que a mamãe encontrou.

-Que bom que o seu desejo também me salvou.

Shigure a beija novamente, enquanto jurava para si mesmo que nunca sairia ao lado dela, que faria de tudo para se casar com ela, e que ficariam juntos até ficarem velhinhos.

by Kyo

3 comentários:

Dona Kyon disse...

Consegui cumprir a minha promessa \o/

Espero que gostem desses dois caps de Shigure e Tohru XD

Sabrina disse...

Lindo!!!

Amei!


Eu quero um amor assim tambem!!!!

:( :'(

Thay disse...

Sem palavras *-*

Valeu por ter postado mais =)

Tá super linda ^^