05/11/2009

157


Mine ajeita os óculos e depois olha bem séria e firme para o escritor.

-Mas se um dia o Chefinho resolver deixar de ser gay, o priminho pode ter certeza de que a Mine será a primeira da fila.

-Ahahah, pode deixar. Eu mesmo tratarei de ligar para a senhorita para lhe avisar disso.

A jovem costureira lhe sorri e volta a trabalhar no vestido que estava antes. O escritor fica apenas observando o movimento da loja e da tranqüila rua onde ficava. O rapidinho do Ayame durou quase uma hora. E ao retornar para a loja, encontra o primo cochilando no sofá.

-Hohohoho.... O Guretti está parecendo um velhinho, basta encostar-se a um lugar e já começa a dormir.

Shigure abre apenas o olho esquerdo e olha para a serpente que estava parada ao seu lado.

-É que certa pessoa não me deixou dormir nada neste final de semana.

-Então vamos logo, trate de se levantar! Já estamos ficando atrasados por sua causa. Não quero nem ver o quanto que o Tori-san ficará bravo se a gente se atrasar.... Minha doce Mine, poderia colocar todas as roupas que separei nas malas, mandarei um dos motoristas vir buscá-las depois.

-Pode deixar, Chefinho! A Mine já irá guardá-las.

Os dois possuídos entram no carro com um dos motoristas da sede, e que já os esperavam a quase quarenta e cinco minutos. Quando chegam à sede, o clima que encontram era ainda pior do que imaginavam.

-Acho que uma bomba caiu por aqui.

-Pelo visto, já sabem quem é o novo patriarca.

-Vamos até a casa do Haa-san.

Os dois começam a caminhar em direção da casa do médico e encontram com a velha governanta pelo caminho, mas ela nem olha na cara deles. A mulher estava tão furiosa que poderia matar a qualquer um.

-A Velha Yoko está muito pior hoje.

-Ela deve estar muito preocupada com o Patriarca. O que é compreensível, afinal há tantos anos que ela cuida dele.

-E que o azucrina também. Eu nunca gostei dessa velha.

-Eu me lembro de como o Guretti queria aprontar alguma travessura com ela, mas Akito-san nunca nos deixou.

Os dois chegam à casa do médico e o Shigure vai entrando sem ao menos bater na porta.

-Haa-san, já estamos aqui.

O médico estava sentado no sofá, e era visível que ele estava muito cansado.

-Cruzes Tori-san? O que aconteceu? Está com uma cútis horrível hoje.

-A Yoko-san acabou de sair daqui. Veio exigir que eu falasse onde é que estava o patriarca. Ela até mesmo falou que a gente a tinha seqüestrado, que o “pai” do gato tinha envenenado a todos nós.

-Isso explicar o porquê daquela cara.

-O Professor Kazuma já está lá na mansão?

-Sim. Foi hoje cedo para lá. E já começou a pesquisar na biblioteca dos patriarcas.

-O Kazuma-san ficou muito incomodado com tantos segredos que descobriu ontem. Era evidente que ele começaria a pesquisar o quanto antes.

-Não me espantaria nada se o Professor Kazuma não acabar encontrando até mesmo uma forma de acabar com a nossa maldição.

-Nem eu mesmo duvido disso, Aaya-san. Depois de descobrir sobre a tal carta da mãe do Kyo, tenho certeza que escondem coisas até mesmo da gente.

-Vou me arrumar para irmos. O Kazuma-san deve precisar muito mais do nosso apoio agora. Não imaginava que a Yoko-san teria essa reação que teve.

Os dois possuídos se sentam para esperar o médico.

As famílias dos possuídos eram as pessoas que mais estavam alteradas. Ninguém queria acreditar que o pai adotivo do gato era o novo patriarca do clã.

-CADÊ O HIGUCHI-KUN?

-E-ele ainda está dormindo, Yoko-sama.

-Vá procurar o que fazer bem longe daqui!

A velha governanta empurra a jovem empregada da sua frente indo para o quarto.

-É REALMENTE UM IMPRESTÁVEL! O MUNDO CAINDO LÁ FORA E VOCÊ AQUI DORMINDO!

-O que foi minha tia?

O homem vai se levantando com um pouco de dificuldade, era evidente que ele tinha bebido a noite toda, e cheirava a perfume de mulher.

-Será que o meu sobrinho sabe quem é o patriarca dos Sohmas?

-É claro que sei. É o Akito-sama!

-NÃO! NÃO É MAIS AQUELE IDIOTA! AGORA QUEM É O PATRIARCA DOS SOHMAS É O KAZUMA-KUN!

by Donakyon

Um comentário:

Knight Beast disse...

nossa a raiva da Yoko ta até me assustando.

Parece que ela esconde diversos segredos.